BLOG

28/10/2017

A massa muscular consiste no conjunto de todos os músculos do nosso corpo. É o tecido muscular que é responsável pelos nossos movimentos por oferecerem sustentação e força juntamente com os ossos.

Além da função estrutural, os músculos possuem a importante característica de aumentar o gasto energético basal. O que significa que quanto mais massa muscular, maior será o gasto calórico do indivíduo em repouso. Isto facilita a perda e manutenção do peso.

Abaixo, seguem dicas para evitar a perda e favorecer o ganho de massa muscular:

1. Evitar ficar sem comer por mais de 4 horas.

Quando não há ingestão necessária de calorias, o organismo passa a utilizar a musculatura como fonte de energia, promovendo a perda de massa muscular. Por isto além das refeições principais (café da manhã, almoço e jantar), se tornam fundamentais os lanches intermediários (lanche da manhã e da tarde).

2. Verificar a quantidade de alimentos fonte de proteína na dieta.

Observar a quantidade dos seguintes alimentos na die...

28/10/2017

 1. LOCAL ESCOLHIDO

Escolha um estabelecimento limpo.

2. PREPARAÇÕES REAPROVEITADAS

Fique atento as preparações que podem ser reaproveitadas e evite.

3. ALIMENTOS CRUS DE ORIGEM ANIMAL

Evite alimentos crus e de origem animal.

4. CONSERVAÇÃO E TEMPERATURA

Verifique se os alimentos estão adequadamente refrigerados.

5. REFRIGERAÇÃO

Evite molhos para saladas que estejam fora de refrigeração.

6. TEMPERATURA

Observe se os pratos quentes estão na temperatura correta, evite os que estão apenas mornos.

7. APARÊNCIA

Observe que os alimentos como os grelhados apresentam boa aparência.

8. SOBREMESAS

Evite sobremesas com cremes a base de leite e ovos.

9. PROTEÇÃO

Prefira buffet com proteção aos alimentos expostos.

10. SUA VEZ! LAVA AS MÃOS SEMPRE ANTES DAS REFEIÇÕES

28/10/2017

1. Alho

O alho é ótimo para a limpeza do seu fígado. Ativa as enzimas no fígado que ajudam a limpar as toxinas. Ele também contém dois compostos naturais chamado alicina e selênio, que ajudam no processo de limpeza de fígado e o protege de danos tóxicos. Além disso, o alho reduz os níveis de colesterol e triglicérides, que podem sobrecarregar o fígado e prejudicar seu funcionamento. Para promover a saúde do fígado, use alho fresco em vez de alho processado, picado ou em pó. Comer 2 a 3 dentes de alho cru por dia e inclua o alho na sua comida sempre que possível. Você também pode tomar suplementos de alho, mas só depois de consultar o seu médico.

2. Beterraba

Beterraba é um alimento poderoso para limpar e ajudar o funcionamento do fígado. Rico em flavonoides e beta-caroteno, eles ajudam a estimular e melhorar a função global do fígado pois são purificadores naturais do sangue. Basta adicione beterraba fresca ou suco em sua dieta diária. Faça uma salada de limpeza para o fígado poderosa c...

28/10/2017

Aveia

Cereal que contém altas doses de triptofano. Além do aminoácido que auxilia o organismo a liberar a serotonina, também tem bons níveis de selênio, que colabora para a produção de energia.

Banana madura

Contém duas substâncias que auxiliam o humor: os carboidratos, que estimulam a produção de serotonina e a vitamina B6, que garante mais energia. É ótima como opção de lanche rápido.

Brócolis

Rico em ácido fólico, que é importante para a liberação da serotonina. Além de garantir o bom humor, renova as células e previne defeitos no sistema nervoso dos fetos, portanto é essencial para as gestantes.

Espinafre e folhas verde-escuras

Têm efeito antidepressivo por serem ricos em magnésio – que atua na produção de energia, potássio e vitaminas A, C e do complexo B, que ajuda a manter o sistema nervoso tranquilo.

Frutas oleaginosas

São as nozes, castanhas, amêndoas e a mais poderosa de todas, a castanha-do-brasil. Auxiliam na diminuição do estresse por conterem um importante antioxidante, o selênio.

...

28/10/2017

Densidade calórica é a quantidade de calorias por grama presente no alimento.

Densidade nutricional é a quantidade de nutrientes oferecidos a cada porção de determinado alimento, quanto maior a densidade nutricional de um alimento, maior é a variedade de nutrientes que ele contém.

Sendo assim, um alimento pode conter alta densidade calórica (muitas calorias por 100 gramas) e baixa densidade nutricional (pouca variedade de nutrientes).

Um exemplo típico desta situação é a manteiga, alimento de altíssima densidade calórica e baixa densidade nutricional (densidade calórica de quase 700 calorias por 100 gramas e densidade nutricional muito baixa: a manteiga contém quase exclusivamente gorduras).

Um exemplo contrário é o do leite in natura, alimento de densidade calórica baixa (cerca de 70 calorias por 100 g) e densidade nutricional muito elevada (o leite contém boa parte dos nutrientes essenciais).

O mesmo ocorre no exemplo da maçã e do brigadeiro, ambos com 90 kcal, porém a maçã rica em fibras...

Please reload

Deixe seu
comentário
ou dúvida!
ARQUIVOS
Please reload

© 2017 por Wanny F. Design​